Caetano Veloso vai interpelar judicialmente bispo por ameaça

O cantor e compositor Caetano Veloso vai interpelar judicialmente o bispo Dom José Francisco Falcão, da Arquidiocese Militar do Brasil, para que esclareça o conteúdo de sua fala em uma missa que celebrava o golpe militar de 1964.

Na celebração, realizada no dia 31 de março, o bispo Falcão afirmou que “gostaria de dar um veneno de rato” para o “imbecil que nos anos 70 cantou que é proibido proibir”.

“É proibido proibir” é o nome de umas das canções de Caetano feitas durante a ditadura. O conteúdo da homilia foi revelado pelo blog Radar.

O bispo, em sua fala, tratava de disciplina e hierarquia e disse que até mesmo as liberdades têm suas restrições. A Arquidiocese Militar é subordinada a uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no Brasil.

04/04/2019

(Visited 3 times, 1 visits today)